Sem miserinha

Mulheres de verdade. Doadores reais. Amizades verdadeiras.

O slogan soa perfeito e a ideia por trás dele é o crowdfunding de seios. “Ajude a mulher de seus sonhos a adquirir o corpo dos sonhos dela”, complementa o website. Isso mesmo, implantes nos seios e cirurgia reconstrutiva para mulheres de todos os tamanhos e idades (bom, aí neste quesito específico deve haver alguma restrição, correto?) e todas as classes sociais. Uma reivindicação que o http://myfreeimplants.com ajuda a tornar pública desde 2005, tendo levantado de lá para cá – além de peitos -, em torno de 8 milhões de dólares para a causa. Numero mágico, o site também reúne 8 milhões de pageviews mensais.

Os donos das bolas

A história do site, segundo seus criadores, começa em 2005, quando um grupo de amigos participava de uma despedida de solteiro em – tinha que ser – Las Vegas. Papo vai, papo vem, a conversa acabou convergindo para o mais perfeito par de seios que dominava o salão. A dona deles contou aos animados convivas que os peitos eram novinhos em folha, porém, que a bela amiga que a acompanhava naqueles festejos liberais também gostaria de ter feito a cirurgia para aumentar os dela – só não dispunha de dinheiro para tal. Custavam 6 mil dólares à época. Aí os rapazes, já embalados pelo álcool e pela generosidade de que a bebida costuma imbuir seus usuários (quem aí não fica mais rico quando bebe?) ofereceu cinco doletas para começar a vaquinha.

Foto do site Myfreetimplants.com

Outro bebum ofereceu 10 doletas e daí em diante os valores só aumentaram. Saíram da espelunca comprometendo-se em acordo verbal com a moça: pagariam 20% de seus implantes de silicone mais cirurgia e o barato todo.

Antes e depois de exibir-se na internet para aumenta-los

Ficou com lágrimas nos olhos?

Pois o que aconteceu em Vegas não ficou em Vegas:

Para juntar o restante necessário à cirurgia plástica da dançarina, os sujeitos criaram o website em julho daquele ano, e hoje rapazes tarados e bondosos do mundo inteiro, assim como Jason Danomad, um de seus fundadores e CEO, também podem ajudar garotas a obter seus peitos novos fazendo suas doações através do Myfreeimplants.com.

Por uma taxa, os doadores ganham acesso ao perfil exclusivo das belas garotas que se candidatam ao procedimento, sempre do tipo não-ogra. O perfil inclui fotos (de topless, se assim desejar o doador), vídeos (idem) e contato direto com as belas (coisa de quem exercita muito o braço via web). E eles devem escolher aquela da qual mais gostam para investir seu capital na turbinação.

É aí, em como funciona o sistema de doações do site, que as coisas ficam meio esquisitas. Não acha?

Além do acesso às fotos e vídeos das garotas – que devem ralar muito nesses tais vídeos para conseguir agradar seus “patrocinadores”-, os homens obtêm o direito a chats online e podem combinar com as garotas, entre outras coisas – ainda segundo o website – a compra de “itens de uso pessoal” delas (estamos aqui a imaginar calçolinhas usadas, mas sintam-se livres para pensar em qualquer bizarrice, como cotonetes usados), “entre outras coisas”. Que espécie de outras coisas eles sugerem que devem entrar nessa troca amiga?

Agora sim, deixe aquelas lágrimas de emoção rolarem.