PRA PINACOTECA

(…) Se um homem aí na cidade te dá bom dia, respondo cá com uma facada no inimigo.

Imagine quantos já matei.

Se vais num baile, e sei que vais a um ou outro, acompanhando madame, aqui imito as barras das tuas saias girando na dança, girando eu na lama do chão, bêbedo feito um diabo arrastado. (…)

[quando eles liberaram lá, posto o texto completo]