NUNCA FUI POETA

O que nos desobriga a todos etc.

Fabricados pra

Esquecer,

Lembrar menos.

Vê: o bilhete –

“Eu e” –

Reticente.

Ninguém saberia dizer ao certo

O que o interrompeu.

No dia-a-dia: post-its para as coisas menores sem as quais não passamos.

Ao longo da coisa maior pela qual passamos: borracha para as coisas com as quais não prosseguiremos.

Opções:

Não manter: se é fardo.

Manter: se lado a lado

Manter: se há mal-funcionamento. Se se sente bem perto o que sumiu poeira atrás. Mas fomos fabricados mais para esquecer, menos para lembrar.