Seus grupos gastam uma nota com direitos autorais em regravações, orquestras para acompanhar essas regravações em estúdio e/ou shows com produção caríssima. Nos festivais que pipocam pelo país cheios de bandas novas e desesperadas por contrato, eles pintam como se fossem fazer um favor pra contratar aque tiver maior índice de pogo na platéia.

Eles não estão te fazendo um favor. Você está fazendo um favor a eles, que vão pro vermelho se não conseguirem um grupo de baixa manutenção pra pagar as antigas galinhas dos ovos de ouro das gravadoras e seus desperdícios, que não vão vender o suficiente com todo esse luxo, esterilidade e medo de se recriar.